Antes Que o Fim Venha

Este é um pequeno trecho extraído ou preparado com base em uma palestras da série "Música, Bênção ou Maldição?".
Para informações adicionais clique aqui

Está escrito: "E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim." S. Mateus 24: 14. Este é um texto muito conhecido, mas, não totalmente compreendido pela maioria das pessoas.

O texto diz que quando o evangelho for pregado a todo o mundo virá o fim.

Que é o fim? O dicionário traz várias explicações para a palavra fim. As que mais se relacionam como nosso texto seriam: "termo, conclusão, remate; extremidade, limite de espaço, extensão ou tempo; morte."

Mas, o fim de que? Do pecado? Dos ímpios? Do mal? Do tempo? Do mundo? De que?

O Apóstolo Pedro responde a esta pergunta ao dar um importante conselho aos cristãos: "Mas já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração;" I S. Pedro 4 :7.

Observamos, no entanto, que o fim de todas as coisas não ocorre num momento, num único acontecimento final. Não se trata de um único evento, mas de um processo, de uma seqüência de eventos, cada um pondo fim a algo específico. O processo todo não ocorre num dia, mas sim num período pouco maior que mil anos.

Consideremos com mais detalhes os eventos correspondentes ao fim:

Fim da pregação do evangelho: "E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações..." S. Mateus 24: 14.

Fim da liberdade religiosa: "E sereis odiados de todos por causa do meu nome, mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo." S. Mateus 10: 22.

Fim do tempo da graça, quando o SENHOR JESUS dirá: "Quem é injusto, faça injustiça ainda: e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, santifique-se ainda." Apocalipse 22: 11.

Fim da misericórdia divina sobre os ímpios quando as sete últimas pragas começarem a cair: "E ouvi, vinda do santuário, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide e derramai sobre a terra as sete taças, da ira de DEUS." Apocalipse 16: 1.

Fim das sete últimas pragas e do poder opressor de Babilônia: "O sétimo anjo derramou a sua taça no ar; e saiu uma grande voz do santuário, da parte do trono, dizendo: Está feito... e DEUS lembrou-se da grande Babilônia, para lhe dar o cálice do vinho do furor da sua ira... E sobre os homens caiu do céu uma grande saraivada, pedras quase do peso de um talento; e os homens blasfemaram de DEUS por causa da praga da saraivada; porque a sua praga era mui grande." Apocalipse 16: 17 - 21.

Fim da peregrinação e da opressão ao povo de DEUS: "Naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo... naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado inscrito no livro." Daniel 12: 1. "E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso DEUS; em quem esperávamos, e Ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos: na Sua salvação exultaremos e nos alegraremos." Isaías 25: 9.

Fim do poder da morte sobre os fiéis: "Num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos serão ressuscitados incorruptíveis, e nós seremos transformados... Mas, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória." I Coríntios 15: 52 e 54.

Fim da coexistência dos maus com os justos: "Assim será no fim do mundo: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos," S. Mateus 13: 49

Fim do governo humano em nosso planeta: "Então virá o fim quando ele entregar o reino a DEUS o Pai, quando houver destruído todo domínio, e toda autoridade e todo poder." I Coríntios. 15: 24. Após o milênio não será um homem que estará à frente dos ímpios, será o próprio Satanás, antes da sua destruição.

Fim dos ímpios, de Satanás e dos seus anjos: "Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos;" S. Mateus 25: 41. "Marcharam então pela superfície da terra e sitiaram o acampamento dos santos e a cidade querida; desceu, porém, fogo do céu e os consumiu." Apocalipse 20: 9. "Pois eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como restolho; e o dia que está para vir os abrasará, diz o SENHOR dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo." Malaquias 4:1.

Fim do sofrimento e da morte: "Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas." Apocalipse 21: 4. "O último inimigo a ser destruído é a morte." I Coríntios 15: 26.

Fim definitivo do pecado em todas as suas formas e de seus efeitos sobre o nosso planeta: "...Ele destruirá de vez; não se levantará por duas vezes a angústia." Naum 1: 9. "E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas..." Apocalipse 21: 5.

Como vimos, o fim é na realidade um processo longo e complexo. É um assunto extremamente importante, pois a seu respeito somos advertidos desde o princípio e centenas de vezes ao longo da história.

O próprio DEUS nos diz: "...anuncio o fim desde o princípio, e desde a antigüidade as coisas que ainda não sucederam..." Isaías 46: 10.

Os homens sempre estiveram preocupados com o fim. Os discípulos perguntaram: "quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo"? S. Mateus 24: 3.

JESUS não queria que estivéssemos mau informados a respeito do fim. Por intermédio de Seu anjo Ele informou ao profeta Daniel: "...Até ao fim haverá guerra; desolações estão determinadas". Daniel 9: 26. E Ele mesmo disse: "E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras... mas ainda não é o fim." S. Mateus 24: 6.

O fim tem um tempo determinado: "Pois a visão é ainda para o tempo determinado, e até o fim falará, e não mentirá. Ainda que se demore, espera-o; porque certamente virá, não tardará." Habacuque 2: 3. "...Eis que te farei saber o que há de acontecer no último tempo da ira; pois isso pertence ao determinado tempo do fim." Daniel 8: 19.

A forma como o assunto é abordado nas escrituras enfatiza a importância do preparo: "... assim diz o SENHOR DEUS à terra de Israel: Vem o fim, o fim vem sobre os quatro cantos da terra. Agora vem o fim sobre ti, e enviarei sobre ti a minha ira, e te julgarei conforme os teus caminhos; e trarei sobre ti todas as tuas abominações. Vem o fim, o fim vem, despertou-se contra ti; eis que vem." Ezequiel 7: 2, 3 e 6 "Portanto assim te farei, ó Israel, e porque isso te farei, prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu DEUS." Amós 4:12.

Qual deve ser a nossa postura ante a aproximação do fim? Pânico ante a expectativa de um decreto que tire a liberdade religiosa? Descaso por achar que há muita coisa para acontecer antes que o fim chegue?

Na verdade Satanás tem grande interesse em que demos atenção de maneira errada aos eventos finais. Muitos estão mais preocupados com a vinda da imagem besta do que com a "vinda do Filho do homem". (S. Mateus 24: 37). Preocupam-se como o decreto dominical mas não procuram ser amigos pessoais de JESUS CRISTO. Outra coisa que acontece é o descaso com o tempo e com o futuro. Muitos acalentam no subconsciente a idéia de que: "Meu SENHOR tarde virá" Lucas 12:45. Jamais diriam isso nessas palavras, mas afirmam que há muitos acontecimentos pela frente antes do fim, especialmente a pregação do evangelho, pois, o mesmo não foi ainda levado a todo o mundo faltando ainda muito para o ser. Agem como pessoas mau informadas, senão como loucos. Primeiramente porque não somos donos do amanhã; hoje estamos vivos, mas amanhã poderemos estar sete palmos abaixo da grama. Quantas pessoas pensaram que teriam tempo e o seu tempo acabou. Conheci várias pessoas que foram vítimas dessa tragédia. Em segundo lugar porque as pessoas que se escondem atrás da lentidão da pregação do evangelho estão assinando a própria sentença de morte, uma vez que, para a igreja de Laodicéia, as decisões serão tomadas antes do fim da pregação do evangelho. Exagero? Infelizmente, não.

De fato, antes que o evangelho seja pregado a todo o mundo e o fim venha algo decisivo deverá acontecer na igreja: Um grande reavivamento e uma reforma espiritual completa que serão seguidos pelo derramamento do ESPÍRITO SANTO na chuva serôdia. Em Apocalipse 18: 1 o apóstolo João nos diz: "Depois destas coisas vi descer do céu outro anjo que tinha grande autoridade, e a terra foi iluminada com a sua glória."

A pena inspirada esclarece ainda mais o assunto: "Antes de os juízos finais de DEUS caírem sobre a Terra, haverá, entre o povo do SENHOR, tal avivamento da primitiva piedade como não fora testemunhado desde os tempos apostólicos. O ESPÍRITO e o poder de DEUS serão derramados sobre Seus filhos." O Grande Conflito, pág. 464.

"Segundo está predito no capítulo dezoito do Apocalipse, a mensagem do terceiro anjo deve ser proclamada com grande poder pelos que transmitem a advertência final contra a besta e sua imagem." Testimonies, vol. 8, pág. 118.

"O anjo que se une na proclamação da mensagem do terceiro anjo, deve iluminar a Terra toda com a sua glória. Prediz-se com isto uma obra de extensão mundial e de extraordinário poder. ... Servos de DEUS, com o rosto iluminado e a resplandecer de santa consagração, apressar-se-ão de um lugar para outro para proclamar a mensagem do Céu. Por milhares de vozes em toda a extensão da Terra, será dada a advertência." O Grande Conflito, págs. 611 e 612.