Como Escrevemos as Notas Musicais

Quando queremos escrever as palavras que falamos usamos as letras do alfabeto. Da mesma forma, escrevemos os sons musicais usando figuras chamadas notas musicais.

O lugar onde escrevemos as notas musicais recebe o nome de pauta ou pentagrama. Trata-se de um conjunto de 5 linhas e 4 espaços como você pode ver abaixo:



As notas musicais são sete e seus nomes são: dó, ré, mi, fá, sol, lá e si. Elas são escritas nas linhas e nos espaços os quais são enumerados de baixo para cima. Cada uma recebe o nome de acordo com a sua altura e elas se repetem sucessivamente, de sete em sete.

A um conjunto de sete notas que estejam na mesma seqüência apresentada acima ou em ordem inversa damos o nome de escala. Uma escala pode começar por qualquer nota e não necessariamente pelo dó. Observe logo abaixo alguns exemplos de escala.

dó - ré - mi - fá - sol - lá - si                 fá - mi - ré - dó - si - lá - sol

mi - fá - sol - lá - si - dó - ré                 lá - sol - fá - mi - ré - dó - si

sol - lá - si - dó - ré - mi - fá                 ré - dó - si - lá - sol - fá - mi


Quando as notas são muito agudas ou muito graves para serem escritas no pentagrama utilizamos linhas e espaços suplementares, sendo que os mesmos são enumerados a partir do pentagrama

Eles são chamados linhas e espaços suplementares superiores ou inferiores, dependendo da sua posição em relação ao pentagrama. Podemos colocar tantas linhas suplementares quantas forem necessárias, e não é raro utilizar-se até cinco delas.



Observe a figura abaixo e você verá como localizá-las no piano e também como elas são dispostas no pentagrama. Elas correspondem às teclas brancas do piano.



Vejamos com mais detalhes como localizar as notas musicais em um instrumento de teclado. Como você pode ver na figura acima, o teclado é composto por teclas brancas e pretas. Observando melhor, você verá que as teclas pretas estão subdivididas em grupos de duas e três. Observar a posição das teclas é essencial para identificarmos as notas. Veja a tecla branca ao lado esquerdo do grupo de duas teclas pretas: ela corresponde à nota dó. Veja a tecla branca ao lado esquerdo do grupo de três teclas pretas: ela corresponde à nota fá. A partir daí, podemos identificar todas as outras teclas. Esta regra vale para o piano, para o órgão, ou qualquer outro instrumento que tenha um teclado como esse.

Você deve ter observado ainda que a cada oito notas uma se repete. Ao intervalo entre uma determinada nota e a sua próxima repetição ou a sua repetição anterior damos o nome de oitava. Sendo assim, podemos dizer que uma nota sol está uma oitava abaixo da nota sol seguinte e uma oitava acima da nota sol anterior; uma nota mi está uma oitava abaixo da nota mi seguinte e uma oitava acima da nota mi anterior; e assim por diante.

As notas musicais são conhecidas pelo sinal que é colocado no início do pentagrama, o qual é denominado clave. Existem três claves: a clave de sol, a clave de fá e a clave de dó.



Elas têm tais nomes porque na linha ou no espaço onde elas estiverem escritas você sempre encontrará as notas sol, e , respectivamente.

Antigamente as claves eram escritas em diversas posições no pentagramas, sendo cada posição destinada a um uso específico. Por isso, se você achar alguma partitura muito antiga poderá até encontrar a clave de sol na primeira linha, ou a clave dó escrita na primeira ou segunda linhas, ou ainda a clave de fá escrita na terceira ou quinta linhas. Atualmente, porém, só se usam a clave de sol na segunda linha e a clave de fá na quarta linha. Embora seja pouco usada temos também a clave de dó no terceiro espaço, na terceira linha ou na quarta linha.

Na figura abaixo você poderá observar que a clave de sol determina a posição da nota sol. Uma vez sabendo a posição desta no pentagrama, poderemos localizar todas as outras. O mesmo se dá com a clave de fá, como demonstra a mesma figura. Observe que as notas mudam de posição, mas cada clave continua mostrando como localizá-las. Não importa o formato da nota, sua posição é que diz que nota é.



Todas as notas poderiam, teoricamente, ser escritas em qualquer uma das claves, porém, na prática, não seria possível ler a música com facilidade se escrevêssemos todas as notas em uma única clave. Haveriam tantas linhas suplementares para indicar as notas muito graves ou muito agudas que a leitura rápida da música seria impraticável. Usando claves diferentes, porém, torna-se mais fácil a leitura. Na figura abaixo você verá as mesmas notas escritas usando-se somente a clave de sol, a de fá e as duas simultaneamente.



Cada clave tem uma aplicação específica. A clave de sol é usadas para os sons agudos e parte dos sons médios ou as notas com altura equivalente à metade direita do piano. A clave de fá é usadas para os sons graves e parte dos sons médios ou as notas com altura equivalente à metade esquerda do piano.

Há casos em que um trecho de uma determinada música contém notas muito graves ou muito agudas para serem escritas em determinada clave devido ao grande número de linha suplementares que seriam necessárias para escrevê-las. Em tais casos podemos mudar a clave no decorrer da música para facilitar a leitura.



Decorar as notas musicais como são escritas nas diferentes claves é parte essencial do aprendizado musical. Comece decorando as notas escritas na clave de sol. Em seguida decore as notas da clave de fá.

Você poderá decorar as notas da clave de fá com maior facilidade se ao lê-las você lhes der o nome da segunda nota acima da mesma, imaginando que ela estivesse escrita na clave de sol. Por exemplo: Se você estiver vendo uma nota que se estivesse na clave de sol seria um mi, na clave de fá ela será um sol; se você estiver vendo uma nota que se estivesse na clave de sol seria um lá, na clave de fá ela será um dó; se você estiver vendo uma nota que se estivesse na clave de sol seria um si, na clave de fá ela será um ré; e assim por diante. Atenção: Você poderá utilizar este método para decorar as notas da clave de fá, mas, nunca se esqueça de que as notas escritas nessa clave não são mais altas que as da clave de sol, pelo contrário, na realidade elas são muito mais graves.

A princípio você poderá até pensar que será difícil decorar as notas em diferentes claves. Lembre-se, porém, que todos os músicos as conhecem decor e nenhum deles nasceu sabendo. Muitas crianças começam a estudar música ainda bem pequenas e também decoram as notas. Você irá decorá-las também, sem dúvida alguma. Basta que você tenha boa vontade; não dê nenhuma chance para a preguiça. Está escrito: "O preguiçoso morre desejando porque as suas mãos se recusam trabalhar". Provérbios 21: 25.

Lembre-se ainda que você tem ao seu lado o maior Professor do Universo, o qual prometeu ajudá-lo quando você precisasse. "Se, porém, alguém de vós necessita de sabedoria, peça-a a DEUS, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida". S. Tiago 1: 5. Foi Ele mesmo quem prometeu: "Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, Eu o farei". S. João 14: 14. Acredite! Você vai conseguir!


Na realidade, o conteúdo desta página é muito resumido e mesmo superficial. Para ter em mãos algo muito melhor, mais completo, numa linguagem muito mais simples e clara, recomendamos a série "Aprendendo Música e Canto". Aprender música com ela é muito, muito, muito mais fácil do que aqui pela internet, além de ser um aprendizado bem mais completo. Nos DVDs e vídeo-CD-Roms você encontrará dicas interessantes sobre como decorar as notas musicais mais depressa e com mais facilidade e muitas outras coisas. Você vai gostar.